Livro Grátis: Alimentação saudável para idosos

Livros Online

Livros OnlineLivros grátis

allimentacao_saudavel_idoso

Livro de Nutrição: Alimentação saudável para idosos

 O rápido processo de envelhecimento da população brasileira demanda, cada vez mais, ações efetivas do Estado voltadas à garantia dos direitos fundamentais da pessoa idosa e prioridade nas políticas públicas de promoção à saúde e de cuidado em defesa da vida. Exige também atenção especial da própria pessoa idosa e das famílias, que terão de assumir atitudes que contribuam para promover bem-estar, conforto e mais qualidade de vida. Entre essas atitudes, está a alimentação saudável.
O processo de envelhecimento faz parte do ciclo natural da vida, sendo influenciado tanto pelo estilo de vida quanto por fatores genéticos. Uma alimentação saudável e a prática regular de atividades físicas, por exemplo, são medidas importantes para auxiliar um envelhecimento ativo.
Para envelhecer com saúde e qualidade de vida, como também em todas as fases da vida, a alimentação para idosos deve ser variada e equilibrada, referenciada pela cultura alimentar, harmônica em quantidade e qualidade, naturalmente colorida e segura do ponto de vista da higiene. É importante estabelecer rotinas saudáveis de vida, mesmo nas idades mais rotinas saudáveis de vida, mesmo nas idades mais avançadas, para poder manter o corpo, a mente o
espírito em equilíbrio. Nessa perspectiva, esta cartilha traz informações importantes sobre ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL para a pessoa idosa e também algumas atividades recreativas, de forma que você possa compartilhar conosco a sua sabedoria.
Direitos da pessoa idosa
A legislação brasileira, quanto às políticas específicas para a pessoa idosa, é bastante abrangente, garantindo e regulando os direitos que foram assegurados às pessoas com idade igual ou superior a 60 anos. Define ainda as diretrizes que fundamentam e norteiam as ações de proteção e de promoção da autonomia, integração e participação efetiva do idoso na sociedade.
A Constituição Federal, a Política Nacional do Idoso e o Estatuto do Idoso trazem as normas legais para a garantia de que a família, a sociedade e o Estado deverão assegurar todos os direitos de cidadania, com dignidade e bem-estar. Agora, se na lei estão previstos os direitos da pessoa idosa,
na vida pessoal cabe a cada um refletir e buscar atitudes positivas relacionadas à alimentação, atividade física e modos de vida adequados, de forma a não colocar em risco o envelhecimento saudável. Ou seja, é preciso participar dos cuidados com a própria saúde.

 

Nesse sentido, destacam-se alguns pontos: Alimentação para idosos
A alimentação para idosos desregrada, rica em gorduras, sal e açúcares, pobre em verduras, legumes e frutas, pode causar muitos problemas de saúde, entre eles a obesidade, anemia, diabetes, hipertensão, entre outros.
Sedentarismo
A falta de movimento e atividade física é fator de risco para obesidade, diabetes, dores reumáticas e doenças cardíacas.
Postura inadequada
Doenças osteoarticulares agravam-se na velhice, principalmente por vícios de postura adquiridos ao longo da vida.
Uso indiscriminado de medicamentos
Tomar remédios sem orientação médica, não respeitar a dose prescrita pelo médico ou interromper a medicação antes do tempo recomendado são fatores de risco para a saúde.
Dentes
Ao contrário do que muita gente pensa, a perda dos dentes com o passar do tempo não é normal. Pode ser sinal de descaso com a saúde da boca. Os dentes bem cuidados podem permanecer saudáveis ao longo da vida toda.
Livros grátis

 

Deixe uma resposta