Marketing Digital: Facebook marketing

facebook-marketing Livros grátis

facebook-marketing

Quando pensamos em Marketing Digital, as mídias sociais ocupam um lugar de destaque. Porém, nem todas se destacam tanto atualmente quanto o Facebook. Com mais de 72 milhões de usuários cadastrados no Brasil1, a rede social se tornou o centro das atenções de usuários e marcas, que veem neste canal uma grande oportunidade para fazer negócios, vender mais e interagir. Além do número de usuários, o Facebook se tornou uma empresa global, com mais de 4.900 funcionários em vários países do mundo.

Mesmo com um número expressivo de usuários, notícias, cases de sucesso e todo o tipo de argumento que comprove a importância das mídias sociais e do Facebook para as empresas, nem todas (ainda) conseguiram visualizar seu potencial. Há uma frase que costumo trazer em eventos que participo e que acredito que traduz, infelizmente, o cotidiano de muitas empresas no momento em que vivemos: “As empresas estão nas mídias sociais, mas as mídias sociais não estão nas empresas”. O que temos hoje é uma grande corrida para estar nas mídias sociais. Sem dúvida, isso é ótimo, pois aponta para o futuro do marketing: marketing de relacionamento, de conteúdo, não apenas simplesmente vender. Contudo, ainda temos um longo caminho a trilhar nas mídias sociais e, especialmente no Facebook. Temos ainda um pensamento obsoleto de algumas empresas, focado na utilização do Facebook como mais uma ferramenta de propaganda, mais barata que a mídia de massa, por exemplo. Entretanto, esse é apenas um ponto do problema.

Muitas empresas ainda não adotaram o modelo de pensamento coletivo e a possibilidade de identificar oportunidades simplesmente conversando com seus clientes nas mídias sociais. Em linhas gerais, elas não levaram para dentro de suas estruturas, físicas e organizacionais, uma forma mais dinâmica e colaborativa de se comunicar.

Vemos iniciativas do setor de Marketing e Comunicação de algumas empresas que sabem da importância do Facebook para seus negócios. Porém, pelo fato das mídias sociais terem chegado e parado nestes departamentos, o setor jurídico, por exemplo, nem sempre vê com bons olhos a liberdade e o diálogo entre marcas e consumidores. Casos como o World Nutella Day2, deixam claro essa lacuna. Uma fã da marca resolveu criar um site com receitas utilizando o famoso creme de avelã, com marca pertencente à Ferrero. Algo que faria muitos
profissionais de Marketing se emocionarem, pois retrata o amor de um cliente pelo produto, se tornou o mais novo caso de incompatibilidade de setores. Se para o Marketing a iniciativa, que reúne mais de 40 mil fãs em uma página3 no Facebook, era um sonho, para o setor jurídico se tornou um pesadelo.

Veja também… Marketing Digital

marketing digital

Deixe uma resposta