A melhor resolução de ano novo- conhecer a Cristo (Paco Orozco Gonzáles)

A melhor resolução de ano novo- conhecer a Cristo (Paco Orozco Gonzáles)

Livros Gospel

A melhor resolução de ano novo- conhecer a Cristo (Paco Orozco Gonzáles)

Livros grátis

A melhor resolução de ano novo- conhecer a Cristo (Paco Orozco Gonzáles)

Sinopsia do Livro Gospel

O livro A melhor resolução de ano novo: conhecer a Cristo (Paco Orozco Gonzáles) publicado pelo Projeto Castelo Forte mostra o que é conhecer a Jesus e porque, como conhecê-lo e quais são os obstáculos para conhecer mais dEle.

“Mas o que para mim era ganho reputei-o perda por Cristo. E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como escória, para que possa ganhar a Cristo, e seja achado nele, não tendo a minha justiça que vem da lei, mas a que vem pela fé em Cristo, a saber, a justiça que vem de Deus pela fé; para conhecê-lo, e à virtude da sua ressurreição, e à comunicação de suas aflições, sendo feito conforme à sua morte.”
Filipenses 3:7-10

“O que o Apóstolo Paulo gostaria de fazer como resolução para esse próximo ano? Filipenses nos dá algumas pistas,
especialmente do capítulo 3, começando a ler do versículo 7. Que é o que o Apóstolo Paulo queria fazer nesse ano quando escreveu essas palavras? O Apóstolo queria conhecer a Cristo! Isso o que ele queria fazer, o Apóstolo queria conhecer a Cristo! Ora, o Apóstolo, deve-se tomar em conta, quando escreveu essas palavras, não era um recém-convertido, não era um bebê na fé, claro que não, ele já tinha feito muitas viagens missionárias, já tinha escrito muitas epístolas do Novo Testamento. Em Coríntios, ele nos diz que ele já tinha subido ao terceiro céu, tinha tido uma visão e tinha escutado coisas inefáveis; e de fato, ao escrever Filipenses, no primeiro capítulo, temos essas duas
famosas palavras Filipenses 1:21: “’porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho.’ Ele está escrevendo isso
porque estava para receber condenação, eram os últimos meses de sua vida.”
Paco Orozco Gonzáles

Deixe uma resposta