Livros de Romances

Livros de Romances: Filomena Borges – Aluísio Azevedo. Click aqui para baixar o livro

Livros de romances

   É o quinto romance de Aluísio Azevedo, que escreveu também O Mulato, O Cortiço e Casa de Pensão considerados os romances mais importantes do autor.

Livros de Romances: Luciola – José de Alencar. Click aqui para baixar o livro

Livros de romances

O livro Lucíola, de José de Alencar, é narrado através de Paulo, personagem que se torna narrador para contar à Sr.ª G.M. o romance que viveu com uma cortesã chamada Lúcia. Em 1855, Paulo chega ao Rio de Janeiro e vê pela primeira vez Lúcia. Sem conhecer sua verdadeira vida, apaixona-se à primeira vista, pois enxerga nela uma encantadora menina. Essa impressão desfaz-se na Festa da Glória, onde Sá, representante dos valores e preconceitos da sociedade, a apresenta como uma mulher bonita e não como uma senhora. A partir de então, Paulo começa a visitar Lúcia em sua casa.

Livros de Romances: O guarani – José de Alencar. Click aqui para baixar o livro

Livros de romances

Em uma fazenda no interior do Rio de Janeiro, moram D. Antônio de Mariz e sua família, formada pela esposa D. Lauriana, o filho D. Diogo e a filha Cecília. A casa abriga ainda a mestiça Isabel (na verdade, filha bastarda de D. Antônio), apaixonada pelo moço Álvaro, que, no entanto, só tinha olhos para Cecília. O índio Peri, que salvou certa vez Cecília de ser atingida por uma pedra, permaneceu no lugar a pedido da moça, morando em uma cabana. Peri passa a se dedicar inteiramente à satisfação de todas as vontades de Cecília, a quem chama simplesmente de Ceci.

Livros de Romances: A Senhora – José de Alencar. Click aqui para baixar o livro

Livros de romances

A obra Senhora, de José de Alencar é dividida em quatro partes. A primeira delas, nomeada de “O preço do casamento”, começa descrevendo uma jovem moça chamada Aurélia, rica e frequentadora de bailes da alta sociedade. Aurélia, sendo órfã e recebedora de uma grande fortuna, estava sempre acompanhada de sua parenta D. Firmina e acreditava que todos só se interessavam por ela por causa de sua beleza e do seu dinheiro. Em um baile de costume, Aurélia começou a se questionar sobre sua educação e seu destino.

Livros de Romances: A megera Domada  – Shakespeare. Click aqui para baixar o livro

Livros de romances

RESUMO:  A obra “A megera domada” trata de Catarina, uma mulher bonita, mas com um gênio muito forte. Ela desperta pavor em todos os homens, pois é inquieta e feroz. Não é à toa que ela é chamada de megera. Filha mais velha de Batista, tem uma irmã mais nova (Bianca) que, ao contrário dela, tem vários pretendentes amorosos, que fariam de tudo para ter a sua mão. Como Catarina não tem pretendentes, Batista promete que só irá dispor a mão de Bianca se um cavalheiro tomar a mão de Catarina. Isso criou um alvoroço geral, pois ninguém no momento estava disposto a viver um inferno eterno ao lado da megera. Porém, com a chegada de Petrucchio à cidade, milhonário disposto a aumentar sua fortuna, o escândalo é resolvido. Seus amigos falam da megera e seu gênio terrível para ele, que fica ansioso para conhecê-la e se casar com ela.

Livros de Romances: A tempestade  – Shakespeare. Click aqui para baixar o livro

Livros de romances

Última peça escrita por Shakespeare, A tempestade é uma história de vingança, é uma história de amor, é uma história de conspirações oportunistas e é uma história que contrapõe a figura disforme, selvagem, pesada dos instintos animais que habitam o homem à figura etérea, incorpórea, espiritualizada de altas aspirações humanas, como o desejo de liberdade e a lealdade grata e servil.

Livros de Romances: A tragédia do rei Ricardo II – Shakespeare. Click aqui para baixar o livro

Livros de romances

De volta ao tratamento das peças do bardo inglês, nesta postagem tecerei alguns comentários sobre a peça A Tragédia do Rei Ricardo II. É uma peça que faz parte dos chamados dramas históricos na obra do poeta, sendo a primeira parte de uma tetralogia que lida com a queda da dinastia dos Plantagenet (ou Plantageneta) do trono inglês e a ascensão dos Lancaster (ou Lencastre) ao mesmo, embora a queda de uma família e ascensão da outra não queira dizer que não apresentem ligação hereditária, ou seja, que represente uma quebra dinástica.

 

 

 Paginas 1  2  3  4  5  6  7  8  9  10